segunda-feira, 24 de abril de 2017

A descoberta da Amazônia pelos Turcos Encantados (2005) - Documentário

Despertou-me a curiosidade em saber que livro seria esse que o Mestre Walter, da Nação do Maracatu Estrela Brilhante do Recife se refere no trecho, da música Cantigas de 





Despertou-me a curiosidade em saber que livro seria esse que o Mestre Walter, da Nação do Maracatu Estrela Brilhante do Recife, se refere no trecho da música “Cantigas de Encantaria” do trabalho PontoBR que segue logo abaixo. “O meu pai me deu um livro/ Que eu estudava noite e dia/ Pra mim saber o segredo/ Das três virgens da Turquia”  Sabendo de antemão que a religiosidade oriunda dos nativos indígenas e dos negros escravizados não possui um codificação litúrgica escrita, procurei por tal referência. O que achei foi o documentário “A descoberta da Amazônia pelos Turcos Encantados”, de 2005, que me revelou todo o imaginário dos encantados do norte do Brasil que se oriunda da luta entre Templários, Muçulmanos e dos Sebastianos que aqui chegaram e se irmanaram de forma mágica. Mas uma história contada, vivida e cultuada na nossa brasilidade.

Confira já!




A Descoberta da Amazônia pelos Turcos Encantados é um documentário que registra / recria o universo místico do Tambor de Mina, a mais poderosa religião afro-indígena da Amazônia. Segundo reza a tradição Mina, a Família Imperial Turca, desalojada da Terra Santa pela Primeira Cruzada, embarcou para a Mauritânia em busca de refúgio. Porém, na altura do Estreito de Gibraltar, atravessaram um Portal da Encantaria e se transportaram para uma outra dimensão do tempo e espaço, onde não existe morte, envelhecimento, dor, nem ódio: a Terra da Encantaria. Quatrocentos anos depois, os turcos liberados por suas princesas reapareceriam no litoral paraense começando um trajeto por onde cruzariam com várias famílias da Encantaria, desde os clãs indígenas, comandados por Velho Caboclo, até os nobres encantados de D. Sebastião e mais os orixás africanos, desembarcados nas costas do Grão-Pará e Maranhão em meados dos séculos XVII, acompanhando os primeiros escravos negros que por aqui desembarcaram.

A saga do Turcos Encantados é recriada através do narrador Baba Luiz Tayendó, sacerdote do Terreiro Toy Lissá, dos depoimentos e cantos de muitos outros pais, mães, filhos e filhas de santo, e de encenações com atores não profissionais, escolhidos entre os integrantes de diversos terreiros Mina, comunidades quilombolas e bairros pobres de Belém.

Fonte: Filmow

Bônus Tracks:

A Barca - Baião de Princesas - Casa Fanti Ashanti (2002)


01 - 00:00 "Minha Gente Venha Ver"
02 - 
01:43 "Mestre Reis dos Mestres Chegou"
03 - 
05:13 "A Sala Tá Cheia"
04 - 
08:22 "Tapuia Jacarandá"
05 - 
11:32 "Balão de Ouro"
06 - 
14:55 "Amor com Guerreiro"
07 - 
17:29 "Dindinha Luzia"
08 - 
18:39 "No Terreiro de Vovó Luzia"
09 - 
20:32 "Tapindaré"
10 - 
23:09 "Alumiou"
11 - 
25:45 "Eu Só Vim Aqui"
12 - 
28:34 "Tombador"
13 - 
31:15 "Ana Mora na Cacimba"
14 - 
36:37 "Vassourá"
15 - 
37:46 "Cranguejinho"
16 - 
40:19 "Jurarazinho"
17 - 
42:06 "Guará Mirim"
18 - 
43:57 "Periquitinho"
19 - 
45:37 "Lá Na Aldeia"
20 - 
48:37 "Eu Sou Bem Pequenininha"
21 - 
50:40 "A Mamãe Tá Chorando"
22 - 
53:54 "Menina da Gameleira"
23 - 
56:17 "Flor Jurema"
24 - 
59:13 "Chica Nana Painana"
25 - 
1:01:15 "Camida de Renda"
26 - 
1:03:36 "O Tempo Foi o Meu Mestre"
27 - 
1:06:00 "No Mar Ele é Um Peixe"
28 - 
1:08:36 "O Baião Já Vai Fechar"

Postar um comentário